No passado dia 21 de Fevereiro, o jornal ‘Almeirinense’ adiantou que no final do encontro do União Futebol Clube de Almeirim diante do UD Santarém, um atleta da formação de Almeirim teria partido um vidro do estádio.

Na entrevista (pode ler aqui) que o FDS realizou com o técnico principal da equipa, o mesmo admitiu que mais importante que falar acerca disso, seria de contar realmente o que aconteceu ao longo dos 90 minutos, onde a atuação do juiz da partida não foi de todo, a melhor.

O técnico assume que «sinceramente não me apercebi de nada disso, mas é no mínimo estranho que o jornal da terra sobre esse jogo apenas tenha isso a dizer e mais estranho se torna que apenas o diga 1 mês depois do jogo.»

Ainda confrontado sobre este assunto, o treinador de 39 anos concluiu afirmando que «Como responsável, assumo tudo o que são resultados e comportamentos negativos deste grupo de trabalho. Sobre o jogo acerca do qual me coloca a questão e sendo entre duas excelentes equipas, irá ficar marcado por aquilo que poderia ter sido uma grande tarde desportiva, acabaria por deixar envergonhado o distrito de Santarém.»