A UD Leiria deu um pontapé na crise ao conquistar a primeira vitória no campeonato frente ao CADE por 3-0. A formação de Wilson Gomes apresentou-se em campo de forma personalizada, e aproveitou as fraquezas do adversário para feri-lo de morte, arrancando um triunfo que não merece qualquer contestação.

Os três golos dos leirienses foram todos tirados a papel químico: passe de ruptura para as costas da defesa contrária, e os avançados a fazerem o resto, usando a velocidade e a frieza na cara do guarda-redes.

O jogo começou aberto, com ambas as equipas a ameaçarem o golo, mas a melhor oportunidade pertenceu ao CADE quando Afonso Parreira cruzou para a boca da baliza onde apareceu Miguel Pires a cabecear a rasar o poste.

Respondeu a UD Leiria com uma excelente jogada de combinação que culminou com David a ficar isolado após passe de Joel, com o avançado a rematar colocado para o 1-0.

Aberto o marcador o CADE ‘evaporou-se’. Se até aqui tinha estado em bom plano, com boas trocas de bola e com capacidade para chegar com perigo à baliza contrária, o golo sofrido teve o condão de enervar os rapazes do Entroncamento, contrapondo com uma formação leiriense cada vez mais confiante e autoritária com o passar do tempo.

Na segunda parte, o CADE tentou reagir, mas a UD Leiria pareceu estar sempre no controlo do jogo, chegando mes­mo ao 2-0 quando David desmarcou na perfeição John­ny, com o avançado a não vacilar na cara de Miguel Silva.

A perder, o CADE nunca pareceu ter argumentos para minimizar os estragos, e foi mes­mo a UD Leiria quem esteve sempre mais perto de marcar o terceiro. Golo que surgiu mesmo no tempo de compensação, quando o recém-entrado Tomás Ramos desmarcou Johnny, com o avançado a contornar Miguel Silva e a atirar para a baliza deserta, bisando na partida.

Arbitragem com alguns equívocos de Diogo Santos, mas globalmente positiva. |

UD Leiria 3
Hugo, Trezentos, Mário, Tiago Gaspar, Rodrigo, Tiago Dinis, Alexandre, Manuel (c), Leo (Johnny, int.), Joel (Martim, 65′), David (Tomás Ramos, 69′).
Não jogaram: Diogo, Pires, Gonçalo, Tomás Faria.
Treinador: Wilson Gomes.

CADE 0
Miguel Silva, João Fernando (Benny, 49′), João Fragoso, Natan Cremonini (Guilherme Cartaxo, int.), Francisco Nunes, Romeu Silva (Tomás Freitas, 52′), Joaquim, Serrano, Afonso Parreira (Daniel Caleiro, int.), Duarte Chambel (c), Miguel Pires, Tiago Dinis.
Não jogaram: Gonçalo Correia, Miguel Cadeira, Lourenço.
Treinador: José Grilo.

Campo da Mata, em Santa Eufémia
Árbitro: Diogo Santos (Coimbra). Assistentes: Ivo Silva e André Rodrigues.
Espectadores: 100. Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 David (20′), 2-0 Johnny (50′), 3-0 Johnny (70+1′).
Disciplina: Amarelo a Manuel (35′) e Mário (70+2′).

Texto: José Roque – Diário de Leiria
Foto: União Desportiva de Leiria Formação – Facebook