João Afonso e Tony marcaram os dois golos da equipa unionista na 24.ª Jornada da 1.ª Distrital de Juvenis em Santarém frente à Académica Santarém.

O U. Almeirim, dirigido por Bruno Carrapato, jogou com Segurado (GR), João Afonso, Nuno Oliveira, Libério, César, Rafa, Luís Carlos, Penteado, Bernardo, Formiga e Diogo Marques e estes jogadores estão perto de fazer história.

O técnico, em declarações ao nosso jornal diz que “tem sido uma temporada muito positiva, com muitos desafios ao longo deste tempo. Desde o início que incutimos uma mentalidade forte e vencedora aos nossos jogadores, passamos por algumas dificuldades naturais que acontecem em todas as equipas, mas conseguimos sempre resolver da melhor forma. Uma coisa temos a certeza quer treinadores, quer jogadores: vamos sair desta época mais fortes a todos os níveis. Tem sido fantástico trabalhar com este grupo e espero que consigamos atingir o nosso principal objetivo”.

Após a 24.ª jornada, o U. Almeirim lidera com 64 pontos, e no dia 6 de maio tem a penúltima jornada com o U. Tomar. O último jogo é no dia 13, em Abrantes.

A subida está perto de ser alcançada e “temos a noção clara que, enquanto matematicamente for possível, os nossos adversários vão acreditar, sabemos que no futebol as coisas mudam de um momento para o outro, mas temos a consciência que estamos perto e que queremos muito escrever os nossos nomes na história. Vamos trabalhar da mesma forma que nos trouxe a esta situação, com a mesma personalidade”, sublinha.

A terminar, Bruno Carrapato destaca a importância do momento vivido e da responsabilidade: “Sabemos há muito tempo da responsabilidade que temos nas mãos, levamos sempre isso como um enorme desafio, sentíamos que algumas pessoas desconfiavam que não conseguíamos, mas nós acreditamos sempre que podíamos estar a lutar até ao fim para voltar a colocar o UFCA nos Nacionais. Devido ao nosso trabalho, humildade e respeito por todos, estamos perto e vamos dar tudo para conseguir. Sentimos que vai ser bom para o clube, vai trazer mais visibilidade aos nossos jogadores, outras realidades, outro tipo de competitividade que só vai beneficiar a evolução deles, como homens e atletas. Não tenho dúvidas que este grupo de jogadores pode ser o futuro do clube, essa tem que ser a filosofia do clube, as camadas jovens trabalharem bem para que, dessa forma, se alimente a equipa sénior”.

A equipa de juvenis do U. Almeirim não perde desde 19 de novembro de 2017.

Texto e foto: O Almeirinense