O União de Tomar assegurou o estatuto de vice-campeão ao vencer, em casa, o Riachense, sendo que quem também fez a festa foi o Torres Novas que apesar de ficar em terceiro conseguiu garantir um lugar na próxima edição da Taça de Portugal. A vitória gorda diante do Fazendense confere toda a justiça a um percurso muito bom dos “amarelos”. Dois históricos com razões para se orgulharem do que fizeram.

Quem também merecia a Taça de Portugal era o Ferreira do Zêzere, que ficou a um ponto de um feito que seria inédito. Desta feita, os ferreirenses cometeram a proeza de vencer em Mação. Simplesmente fantásticos.

Como é óbvio, os maiores louros da prova vão para o campeão Mação, que teve assim a sua merecida jornada de consagração. O resultado foi o menos importante para os maçaenses, que deram largas a uma justa satisfação por terem entrado para a história.

De resto, nota ainda para o União de Almeirim, que venceu a União Abrantina e conseguiu ficar à frente do rival Fazendense, sendo que também o Amiense é merecedor de elogios face à grande ponta final de prova. Ficou mesmo à frente do Ouriense.

Resultados (26.ª jornada):
Empregados do Comércio-Samora Correia, 1-2
Torres Novas-Fazendense, 4-0
U. Tomar-Riachense, 4-0
Mação-Ferreira do Zêzere, 2-3
U. Almeirim-U. Abrantina, 2-1
Amiense-Ouriense, 5-1
Cartaxo-Moçarriense, 1-0

Classificação:
1.° Mação, 56
2.° U. Tomar, 50
3.º Torres Novas, 50
4.° Ferreira do Zêzere, 49,
5.º U. Almeirim, 42
6.º Fazendense, 42
7.° Samora Correia, 39
8.° Cartaxo
9.º Amiense, 36
10.° Ouriense, 33
11.° U. Abrantina, 27
12.° Riachense, 22
13.° Moçarriense, 17
14.° Empregados do Comércio, 14

Texto: Rádio Hertz
Foto: O riachense