Paulo Fernando, treinador da União Abrantina, não teve dúvidas e deixou a sua opinião. “Não deixaram a União Abrantina ganhar em Ferreira do Zêzere”, disse.

Recorde-se que este duelo, a contar para a 21.ª jornada da 1.ª Distrital da Associação de Futebol de Santarém, terminou favorável aos ferreirenses (2-1). Paulo Fernando, em entrevista à Hertz, não escondeu a sua revolta. “Com todo o respeito pelo Ferreira de Zêzere, pelo Eduardo, porque nada têm a ver com o que aconteceu, todavia não nos deixaram vencer. A Abrantina foi claramente a melhor equipa em campo, colocou-se na frente do marcador, tinha o jogo completamente controlado e depois alguém decidiu dar a vitória à outra equipa. Eu não me importo que me castiguem, mas deixem é estes miúdos em paz, porque se querem que a Abrantina desça de divisão digam às pessoas, escusamos de andar aqui  a trabalhar diariamente, de ir para os jogos, de apostar nestes miúdos, porque o aconteceu ontem é vergonhoso para o futebol distrital. Se o U. Tomar reclamou sobre o árbitro do jogo com a Abrantina, em Abrantes, então se fosse ontem este jogo eu não sabia o que é que eles diziam, porque ontem, o que aconteceu, foi uma equipa estar a vencer o árbitro dar a volta ao jogo”, disse.

Texto: Rádio Hertz