O Mação está, novamente, com “pé e meio” no Campeonato de Portugal. Primeiro, por mérito próprio, porque venceu na Moçarria. Depois porque a concorrência escorregou, principalmente União de Tomar e União de Almeirim, que tinham de fazer mais e melhor. Quanto ao Fazendense, esse, está agora isolado no segundo lugar, a realizar portanto um campeonato muito, mas muito positivo.

Nesta jornada sobressaem como positivas as prestações da União Abrantina (em duas semanas despachou dois candidatos), do Samora Correia (travou longa série de jogos sem vitórias e logo no campo do surpreendente Ferreira do Zêzere), dos Empregados do Comércio (que travaram a ascensão do União de Almeirim com um empate no D. Manuel de Mello), do Cartaxo (que deixou para trás as confusões da descida ao vencer o aguerrido Amiense) e, claro, do Torres Novas (que regressou às vitórias, neste caso em Ourém). Nota, ainda, para o ponto conquistado pelo Riachense, em casa, diante do Fazendense, ainda por cima depois de ter estado a perder por 0-2.

Resultados (16ª jornada):
Cartaxo-Amiense, 2-0
U. Almeirim-Empregados do Comércio, 0-0
Moçarriense-Mação, 1-2
U. Abrantina-U. Tomar, 2-1
Ferreira do Zêzere-Samora Correia, 0-2
Ouriense-Torres Novas, 1-2
Riachense-Fazendense, 2-2.

Texto: Rádio Hertz
Foto: João Pereira Fidalgo