O dia 25 de novembro de 2017 fica na história das provas da Associação de Futebol de Santarém depois de Pedro Caniço, técnico do Footkart, ter recebido dois cartões brancos mostrados pelo árbitro Pedro Feliciano no jogo com o NS Rio Maior na 10.ª Jornada Campeonato Distrital F7 Sub10 1.º Fase Série 3, anunciou a Associação de Futebol de Santarém numa nota publicada no site.

Durante a primeira parte, um jogador do Footkart rematou com força uma bola, tendo esta, embatido violentamente na face de um jogador do NS Rio do Maior e o mesmo ficado caído instantaneamente no chão. A reação do treinador do Footkart foi correr, imediatamente, na direção do jogador para prestar auxílio ao mesmo tendo em conta que o modo como este caiu no chão demonstrava claramente que não estava bem. Esta atitude espontânea de prestação de socorro a um jogador da equipa adversária foi demonstrativa de fair play e respeito por todos os agentes envolvidos no jogo. Tendo sido reconhecida pelo árbitro do jogo com a amostragem de um cartão branco ao treinador do Footkart.

Na segunda parte, no decorrer de uma jogada de ataque por parte da equipa do Footkart, um jogador da equipa almeirinense choca com o guarda-redes do NS Rio de Maior. No seguimento da jogada a equipa do Footkart acaba por marcar golo. O árbitro validou o golo, mas na opinião de todos os presentes da equipa técnica do Footkart, o mesmo não deveria ter sido validado. Pelo que, o treinador da equipa do Footkart, ordenou a todos os seus jogadores em campo que no reatamento do jogo, após o golo, nada fizessem e permitissem aos jogadores do NS Rio Maior marcar um golo. Esta situação, fez com que o árbitro do jogo, novamente, mostra-se o cartão branco ao treinador do Footkart. Todos os apoiantes das duas equipas aplaudiram de pé a demonstração de fair play evidenciada por todos no jogo.

Texto: O almeirinense
Foto: Associação Futebol de Santarém