O CADE venceu de forma justa a EAS Marinha Grande por 1- 3, num jogo em que a equipa da casa pagou caro por uma etapa inicial em que se mostrou apática e com muitas dificuldades em contrariar o seu adversário.

A equipa do Entroncamento entrou melhor, chegando cedo à vantagem após cruzamento na direita de João Maranga, em que Duarte Chambel, com um remate oportuno, inaugurou o marcador.

O CADE estava claramente por cima no jogo, perante um adversário algo surpreendido. Assim, surgiu nova oportunidade de golo para o CADE, com Francisco Branco a ganhar em velocidade, mas, mais uma vez Tiago, mostrou serviço. Até que aos 24′, e num bom lance colectivo, João Maranga cruzou atrasado, a defesa vidreira conseguiu afastar, mas a bola acabou por sobrar para Dandan que, com um bom trabalho individual à entrada da área, fez o 0-2.

O intervalo parece ter sido bom conselheiro para a equipa de Rui Dias, que entrou mais personalizada na etapa complementar e não foi preciso esperar muito, para Ferrari aproveitar a passividade da defesa do CADE e fazer o 1-2.

Pensava-se que o jogo estaria relançado, mas foi preciso no minuto seguinte, a defesa da casa ficou mal na fotografia, com Eduardo Gonçalves a aproveitar e a fazer o 1-3.

O golo foi um rude golpe para a equipa de Rui Dias que, ainda assim, não baixou os bra- ços, mas apesar de muitas melhorias em relação à etapa inicial, o CADE foi gerindo o resultado e mesmo em cima do fim do jogo esteve perto de ampliar a vantagem, mas Rodrigo, isolado, rematou ao lado da baliza de Tiago.

Arbitragem regular, ficando apenas a dúvida num lance em que Rodrigo Pais anulou um golo a Ferrari.

EAS MARINHA GRANDE  1
Tiago, Muchacho, Francisco Santos, Caldas, Lopes (Rodrigo, 29′), Gabi, João Francisco (c), Francisco Jorge (Alex, 53′), Moreira, Ferrari, Luís.
Não jogaram: João Maia, Matos.
Treinador: Rui Dias.

CADE   3
Afonso Matias, João Maranga, David Pedrogan, Thomas Oliveira, Ricardo Tomé, Dandan (c), Francisco Branco, Duarte Chambel (Bão, 55′), Tomás Gomes (Rodrigo, 42′), Ramos (Jaime, int.), Kiko (Eduardo Gonçalves, int.).
Não jogaram: João Cascão, Alain Moreira, André Costa.
Treinador: Fábio Pereira.

Campo do Tojal, em Picassinos
Árbitro: Rodrigo Pais (Coimbra). Assistentes: João Calado e Gonçalo Ribeiro.
Espectadores: 100.
Ao intervalo: 0-2.
Golos:0-1 Duarte Chambel (8′), 0-2 Dandan (24′), 1-2 Ferrari (39′), 1-3 Eduardo Gonçalves (40′).
Disciplina: Amarelo a Thomas Oliveira (42′), David Pedrogan (49′), Francisco Jorge (50′), Jaime (66′).

Texto: Pedro Almeida – Diário de Leiria