Pedro Lourenço deixou o comando técnico do U. Santarém, após a quinta jornada a um ponto do líder.

“Saio de cabeça bem levantada e a poder olhar bem nos olhos de toda a gente, algo que algumas pessoas do clube não o vão conseguir fazer”, desabafa.

“As justificações foram no minimo hilariantes!! Não ter justificado uma alteração á convocatoria de 2 jogadores ao director desportivo, que por sinal, um se lesionou durante o treino de sexta-feira e só deu por isso no sábado e outro ia trabalhar e também de ter deixado um jogador dois jogos seguidos a aquecer sem ter entrado… Enfim, justificações sem nexo para justificarem uma coisa que á muito tempo andava a ser cozinhada”, descreve o treinador que conclui com uma comparação a Bobby Robson: “Só me faz lembrar o Sir Bobby Robson no Sporting na época de 1993/1994 em que estava em primeiro e foi despedido. Quis o destino que fosse para um clube logo de seguida onde terminou o campeonato á frente do clube que o despediu”

Texto e foto: O Almeirinense