Num jogo entre os dois primeiros classificados, o Alcanenense foi mais forte cimentando a liderança na prova ao bater o Caldas por 2-0 num resultado construído na segunda parte.

O jogo começou equilibrado, mas foi o Caldas o primeiro a deixar o aviso com Nuno Januário a ver Ohoulo a tirar-lhe o golo com a ponta do pé. Pouco depois, o guarda-redes do Alcanenense aliviou mal a bola, mas André Santos, de primeira, atirou ao lado.

A equipa da casa tentou responder ao maior atrevimento do Caldas, mas apenas de bola parada o conseguia fazer. Do outro lado, foi Rui Almeida que, na sequência de um canto, acertou no travessão.

No segundo tempo, a equipa da casa apareceu transfigurada. Assim, o golo acabou por surgir após cruzamento na direita de Cláudio finalizado à boca da baliza por Idelino.

O Alcanenense continuou por cima do jogo e perto do apito final voltou a marcar após mau alívio de Luís Paulo, com Cláudio a aproveitar para fazer o 2-0.

AC Alcanenense 2
Ohoulo; Itto, Luís Oliveira, Glady e Peu; Faia (c) e Bob (Bruno Santos, 85’); Cláudio, Jota, e Soma (Elton, 61’); Idelino (Pedro Silva, 82’).
Treinador: José Torcato.

Caldas SC 0
Luís Paulo; André Santos, Militão, Rui Almeida (c) e Danny (Sabino, 66’); Paulo Inácio (Diogo Clemente, 19’), Tiago Esgaio e André Simões; Nuno Januário (Ricky, 86’), João Rodrigues e Farinha. Não jogaram: João Guerra, André Cruz, Telmo, Marcelo Santos.
Treinador: Ricardo Moura.

Estádio José Maria Baptista, em Alcanena
Árbitro: José Rodrigues (Porto).
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Idelino (64’), 2-0 Cláudio (89’). Disciplina: Amarelo a Soma (32’), Militão (35’), Bob (65’), André Santos (72’), Glady (77’) e Elton (79’).

Texto: Joel Ribeiro – Diário de Leiria