Chama-se Wilson, tem 19 anos, é avançado do Benavente, e uma das grandes revelações do distrital de futebol. Há muito que a sua relação com os golos é “tu cá – tu lá”, mas as coisas atingiram um patamar de destaque ao apontar seis golos no jogo entre o Benavente e o Barrosense.

Nesse derbie concelhio, relativo ao campeonato da 2.ª divisão, série 2, da Associação de Futebol de Santarém, que terminou coma vitória do Benavente por 11-0, o jovem estudante – está no 12.º ano – rubricou mais de metade dos golos que a sua equipa obteve.

Goleador nato desde as camadas jovens, o jovem jogador do Benavente já na temporada passada, ainda como júnior, concretizou um póquer (quatro golos) num desafio para a Taça do Ribatejo.

Tendo Ronaldinho Gaúcho como seu ídolo, Wilson afirma que “a sensação que se sente ao fim de um desafio em que se marca meia dúzia de golos é boa” mas reconhece, com humildade, que o mérito não é só seu. “Deve-se ao trabalho de uma equipa. E o que interessa, fundamentalmente, é a vitória da equipa”, conclui.

Como jogador, o ponta de lança, que sempre representou o GD Benavente, clube onde está desde os seus sete anos de idade, tem um objectivo: “ser profissional sempre foi o meu sonho. Sei que não é fácil mas ainda não desisti de concretizar esse desejo”, assume.

Relativamente ao ambiente no grupo de trabalho da equipa benaventense Wilson afirma que o grupo é “excelente”, da equipa técnica aos jogadores. “Todos temos uma boa relação uns com os outros e isso é o mais  importante”, comenta, acrescentando que a direcção também faz um esforço para dar as melhores condições de trabalho ao grupo. “Estou  muito satisfeito em relação a isso”, remata.

A equipa de Benavente está a lutar pela passagem à fase  seguinte da 2.ª divisão, a qual poderá permitir a subida à 1.ª divisão distrital. O goleador da vila de Benavente diz que a equipa tem condições para tal e acredita num final positivo. “Claro que sim, é esse o nosso objectivo. Temos um grupo muito equilibrado e temos estado nos primeiros lugares desde o inicio da época. Tenho a certeza que vamos conseguir passar à fase seguinte”, conclui.

Texto: Grácio dos Santos – Rede Regional