Continuando a jogada da alimentação vamos apresentar as proteínas.

Nutrientes importantes para o corpo.

Mas o que são de verdade?

Para que servem?

E onde são encontradas?

As proteínas são substâncias que formam todos os seres vivos. Desde uma bactéria até um elefante ou árvore. Todos estão dependentes das proteínas para se desenvolverem e crescerem porque elas são muito importantes para formar a estrutura do corpo, como uns tijolos de uma casa.

As proteínas são muitas vezes vistas como importantes para os músculos crescerem, mas na verdade elas são muito importantes para o corpo estar saudável.

Quando comemos alimentos com proteínas, elas são partidas em pequenos pedaços, que se chamam aminoácidos. Eles são a base das proteínas e é a partir desses que o nosso corpo monta outras proteínas.

Existem 20 aminoácidos diferentes que ao serem encaixados uns nos outros em diversa ordem fazem com que se tenha uma proteína com função diferente.

É como se fossem peças de legos onde temos 20 diferentes que podemos montar de forma diferente e mudando a forma como as montamos vai dar uma imagem diferente.

A forma como os aminoácidos formam proteínas é organizado pelas necessidades que o corpo diz. Eles podem funcionar sozinhos, ou em grupos de 20, 100 ou mais de 1000 aminoácidos. E mesmo nesses, trocando apenas um de ordem ele já vai fazer outra coisa diferente.

Algumas dessas proteínas fazem com que todas as células do corpo funcionem e se comuniquem umas com as outras. Passando a informação de uma célula para a outra e assim todas sabem o que têm de fazer. Se não houver essa informação a passar elas ficam perdidas, é como o treinador que dirige a equipa, se ele não comunicar com os jogadores eles não sabem a sua posição nem o que fazer.

Ou seja, muitas das proteínas em conjunto com outras substâncias fazem com que as coisas que pensamos sejam feitas pelos músculos. Depois nos músculos, outras proteínas diferentes têm a função de dizer que eles têm de se esticar e encolher para se movimentarem que são a miosina e actina.

No sangue existem proteínas que são responsáveis por transportar os nutrientes para as células. Ou seja, quando comemos esses alimentos são mastigados, passam para o estômago e depois para o intestino. Aí eles são absorvidos para o sangue onde estão proteínas com a função de encaminhar os nutrientes para o lugar onde são necessários.

Outro exemplo são as hemoglobinas que transportam o oxigénio dos pulmões para as células.

Existem também proteínas que ajudam na defesa do organismo combatendo alguns dos pequenos invasores do nosso corpo.

As hormonas que regulam o organismo também são proteínas e são muito importantes para que todo seja organizado em condições.

Bem, sendo que as proteínas são tão necessárias então temos de comer muitos alimentos ricos em proteína?

Não, na verdade o nosso corpo também é capaz de produzir proteínas através de outras, como uma reciclagem. Quando alguma proteína já não está a ser usada ele desmonta-a em pequenos aminoácidos, manda fora os que estão estragados e usa o resto para montar outra nova proteína com outra função. O nosso corpo é muito poupadinho…

Para além disso, o corpo ainda produz alguns aminoácidos que depois são usados para montar as proteínas necessárias.

Mas há alguns aminoácidos que não somos capazes de produzir e por isso temos mesmo de comer vários alimentos que os tenham, tais como ovos, carne, peixe, leite, queijo, iogurtes, cereais (trigo, centeio, …) ou nas leguminosas (feijão, grão, ervilhas,…).

Há cerca de 20 aminoácidos diferentes mas nem todos os alimentos têm os mesmos por isso é muito importante comer alimentos diferentes todos os dias, assim garantimos que damos ao nosso corpo vários aminoácidos que ele precisa e possa trabalhar bem todos os dias sem que lhe falte nada.

As proteínas podem ser consumidas em várias refeições ao longo do dia.

Ao pequeno-almoço e nos lanches normalmente consumimos proteínas no leite, no iogurte, no pão (fiambre ou queijo) e nos cereais de pequeno-almoço, mas em menos quantidade.

No almoço e no jantar as principais fontes de proteína são a carne, o peixe, os ovos e as leguminosas como o feijão, grão, ervilhas, lentilhas e soja.

Variando os alimentos consumidos ao longo do dia consegue-se todos os aminoácidos que o corpo precisa, mas para isso é importante comer um pouco de tudo. Mesmo quando não gostamos tanto da refeição… é importante experimentar muitas vezes até se ter a certeza de que não se gosta.

Patrícia Carreira – Dietista