O CADE foi derrotado, em casa, pelo Sacavenense, 3.º classificado da série D, por 2-3, num jogo que até se previa difícil e desnivelado para os homens do Entroncamento, mas que rapidamente se tornou equilibrado e muito bem disputado por ambas as equipas, ficando, inclusive, o resultado definido no primeiro tempo.

A turma orientada por Manuel Leitão entrou muitíssimo bem na partida e logo na primeira jogada da partida conseguiu adiantar-se no marcador, quando David Nunes conseguiu entrar pela esquerda e, já com um ângulo difícil, fez o primeiro no jogo.

Na resposta, o Sacavenense conseguiu chegar à igualdade, depois de um bom remate dentro da área que acabou por sofrer alguns ressaltos e só parou no fundo da baliza defendida por Carlos Baptista.

Estabelecida a igualdade no marcador, o jogo não abrandou, porém era o Sacavenense que se encontrava por cima na partida e, apesar do esforço da turma da casa, em anular todos os lances de perigo, eis que aos 16′, a bola sobrou para um jogador da equipa visitante que, já dentro da área, rematou e fez o 1-2.

O CADE não baixou os braços e foi à procura do golo. E, David Nunes, tentou fazer o ‘bonito’ e à entrada do meio campo adversário, surpreendeu Tiago Amaral com um chapéu e igualou, novamente, o marcador.

Na resposta, no minuto seguinte, na sequência de um canto, a bola sobrou para um jogador do Sacavenense que rematou fortíssimo e fez o 2-3.

A segunda parte foi muito combativa, não havendo praticamente remates com perigo para qualquer das balizas.

CADE    2
Carlos Baptista, Nuno Mesquita, João de Marco, Gustavo Rodrigues, Daniel Andrade, André Silva (Gonçalo Sereno (60’), David Nunes (c), Rodrigo Rosa (Guilherme Fernandes (55’), Rafael Silva, David Aguiar (Pedro Pires 66’) e Pedro Cardoso.
Suplentes não utilizados: Bernardo Amaro, João Bernarda, Pedro Marzia.
Treinador: Manuel Leitão.

Sacavenense  3
Tiago Amaral, João Passô, Igor Rodrigues (cap), Rodrigo Pedro, Diogo Ferreira, Anderson, Filipe Novo, Gonçalo Ferreira, Ivan Cruz, Tiago Pedroso e Nelson Gouveia.
Suplentes: Miguel Pinto, André Moreno, Vasco Teixeira, Diogo Silva, Ruben Nunes, Pedro Melo e Pedro Seguro.
Treinador: Filipe Pereira.

Campo nº 2 do Complexo Desportivo do Bonito, Entroncamento
Árbitro: Sebastien Van Brekel (AF Leiria).   Árb. Assistentes: Daniel Nicolau e André Mendes.
Ao intervalo: 2-3.
Golos:
 1-0 David Nunes (1′), 1-1, 1-2, 2-2 David Nunes (38’), 2-3.
Disciplina: Amarelo a João Marco, Diogo Ferreira, Gonçalo Ferreira.

Texto e foto: Mário Bernarda