O NS Rio Maior alcançou uma vitória justa no terreno do AC Marinhense já que dispôs das melhores ocasiões de golo, perante uma equipa vidreira que fez pela vida, mas não conseguiu contrariar a qualidade do adversário.

O jogo começou equilibrado e com as duas equipas a procurarem não se exporem em demasia. Ainda assim, na sequência de um contra-ataque rápido, a bola ressaltou num defesa do NS Rio Maior, e sobrou para João Guilherme que, na cara de Pedro Rodrigues, desperdiçou uma clara ocasião de golo, rematando para fora.

Paulatinamente, a equipa visitante começou a ter a supremacia no jogo e, aos 25′, João Formiga (um dos melhores em campo) teve um excelente trabalho individual na zona central e, depois de ultrapassar dois adversários, rematou forte, com a bola a passar a centímetros da baliza de Duarte.

Pouco depois, nova soberana ocasião para o NS Rio Maior, com João Cabral a considerar que Alexandre fez falta para grande penalidade. Na conversação da mesma, João Formiga rematou para fora.

A etapa complementar começou praticamente com o golo do NS Rio Maior, com João Mendes a finalizar da melhor forma uma jogada da direita do seu ataque. Em desvantagem, o AC Marinhense procurou responder, e Rodrigo Pereira, depois da marcação de um canto, levou muito perigo junto da baliza do NS Rio Maior.

A equipa da casa bem que procurou responder, mas fê-lo sem critério, o que facilitava o trabalho defensivo do NS Rio Maior.

Quanto à arbitragem de João Cabral, sem ter qualquer influência no marcador, acumulou uma série de erros para ambos os lados, muitas vezes complicando o que parecia fácil.

AC Marinhense     0
Duarte, Luís Neves, Alexandre, Joel (c), Miguel (Diogo Rodrigues, 51′), Rodrigo Pereira, Bruno Nazaré, Leandro (João Magalhães, 57′), João Domingues, Sandro Belo (Mário, int.), João Guilherme.
Não jogaram: Diogo, Fábio, Leonardo, Rúben.
Treinador: Bruno Evangelista.

NS Rio Maior     1
Pedro Rodrigues, João Afonso (c), João Oliveira, Marco Faria, João Atela, Diogo Marques, Rafael Loureiro, João Formiga, David Silva (André Sampaio, int.) (Vítor Lisboa, 64′), Rafael Fonseca (Miguel Ferreira, int.), João Mendes (Francisco, 69′).
Não jogaram: João Gomes e Rui Catela.
Treinador: Fábio Silva.

Campo nº. 2 do Estádio Municipal da Marinha Grande
Árbitro: João Cabral (Lisboa). Auxiliares: Cândido Marques e Nélson Henriques.
Espectadores: 100. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 João Mendes (37’).
Disciplina: Amarelo a Diogo Marques (23’), Alexandre (33’), Pedro Rodrigues (42’ e 64’), Rodrigo Pereira (64’), João Guilherme (28’ e 69’).

Texto: Pedro Almeida – Diário de Leiria
Foto: Orlando Marques