O CADE recebeu e venceu a Ac. Santarém por 2-1 e conquistou assim, o ponto que faltava parar se consagrar campeão distrital e subir ao Campeonato Nacional.

A equipa da casa entrou melhor no jogo e, logo nos primeiros minutos esteve perto de abrir o marcador por duas ocasiões, nas quais o avançado do Entroncamento apareceu na cara do guarda-redes, mas na altura da finalização os remates não saíam enquadrados com a baliza.

À passagem dos 20 minutos, na sequência de um canto, Ricardo Sousa saltou mais alto que os seus adversários e, de cabeça, inaugurou o marcador.

Após o golo, o jogo perdeu um pouco de ritmo e, até ao final da primeira parte, houve apenas registo de um cabeceamento ao lado de um jogador da Briosa.

O segundo tempo começou com a mesma toada, o CADE continuava presionante e na tentativa de dilatar o marcador, o que acabou por acontecer através da marcação de um livre, no meio-campo, de forma rápida, apanhando a formação orientada por Fernando Santos desprevenida e, já no interior da área, Afonso Pratas aumentou a vantagem para 2-0.

A formação do Entroncamento continuava por cima no jogo e teve mais algumas oportunidades claras de golo, mas acabavam por pecar no momento da finalização.

Na resposta, o conjunto da Briosa teve uma oportunidade flagrante, mas, Pedro Martins, atento fez uma boa intervenção. A partir daqui, a formação visitante começou a ganhar confiança e, através de um excelente cabeceamento de Guedes, reduziu a desvantagem.

Já perto do final, a Académica não tirou o pé do ‘acelerador’ e sufocou a equipa da casa com várias investidas ofensivas, tentando chegar à igualidade no marcador. No entanto, a eficácia não era a melhor e o resultado acabou por sorrir aos pupilos de Vítor Serra.

No cômputo geral pode-se dizer que a vitória foi justa, mas a equipa da Académica ofereceu uma boa réplica, valorizando e muito, o espectáculo.

CADE      2
Rodrigo Pereira (Pedro Martins 20′), Ricardo Cerqueira, Ricardo Sousa, Diogo Alfaro, Iúri Alves, Luís Farias, Luís Fernandes (Ricardo Silva 78′), David Nunes (Rodrigo Rosa 28′), Afonso Pratas (Telmo Carreira 55′), Ivan Alves cap., Bernardo Duarte (Hernâni Morais 76′).
Suplentes não utilizados: Rúben Simões, Vinicíus Lima.
Treinador: Vítor Serra.

Ac.Santárem       1
Titinho, Duarte cap., Tiago, Guerra (Rui Alves 40′), Pedro Rodrigues (Rato 40′), Varanda, Guedes, Chico (Diogo 60′), David (Ventura 65′), Fortunato (Igor 70′), Isabelinha.
Suplentes não utilizados: Vicente, Miguel.
Treinador: Fernando Santos.

Complexo do Bonito, Entroncamento
Resultado ao intervalo: 1-0.
Marcadores: 1-0 Ricardo Sousa(20′), 2-0 Afonso Pratas (53′), 2-1 Guedes (70′).

Texto: Tiago Pereira