No último jogo desta 2.ª fase, a Esc. Alcanena foi derrotada em casa pelo CADE por 0-4.

O primeiro tempo começou com o maior pendor ofensivo por parte do CADE, e, logo aos 4′, Leandro Abreu rematou para defesa de José Coutinho, este não conseguiu segurar a bola e Bruno Augusto na recarga, não vacilou, e inaugurou o marcador.

A formação visitante continuou a controlar o jogo, no entanto, nenhuma das equipas criava muitas oportunidades de golo. Porém, perto do primeiro quarto de hora da partida, Francisco Andrade assistiu Tomás Sentieiro que, com um bom remate, aumentou a vantagem para 0-2.

No decorrer da segunda parte notou-se algum cansaço por parte de ambas as equipas, devido ao calor que se fazia sentir. Todavia, as oportunidades acabaram por aparecer, novamente por parte do CADE e, não fosse José Coutinho por duas ocasiões, a vantagem poderia ser maior.

Mas depois de tanto insistir, perto dos últimos 10′ da partida, numa boa jogada de envolvimento Leandro Abreu tabelou com Sandro Lourenço e fez o terceiro. Pouco depois foi a vez de Sandro Lourenço fazer o gosto ao pé, após uma infelicidade de Eric Rebelo que pontapeou a bola contra o avançado do CADE, ficando assim com a baliza aberta.

Até ao final, foi a equipa da casa que criou mais perigo para tentar chegar ao tento de honra, contudo Tiago Raimundo com duas boas intervenções, manteve a baliza protegida.

Esc. Alcanena    0
José Coutinho, Marco Matias, Rodrigo Ramos, Gonçalo Cardoso, Isaac Rodrigues, Francisco Baptista, José Delgado, João Vedor, Eric Rebelo.

CADE      4
Rafael Correia. Francisco Bastos, Francisco Barrote, Bruno Augusto, Tomás Sentieiro, Leandro Abreu, Sandro Lourenço, Tiago Raimundo, João Ferreira, Fábio Gonçalves, Francisco Andrade, Rafael Lourenço.

Campo dos Bugalhos, Alcanena
Resultado ao Intervalo: 0-2.
Marcadores: Bruno Augusto (4′); Tomás Sentieiro (15′); Leandro Abreu (52′); Sandro Lourenço (55′).

Texto: Ricardo Pereira